Internet das coisas: transformando a gestão das empresas

Tempo de leitura: 3 minutos

A Internet das Coisas, tradução livre de IoT, Internet of Things, está deixando de ser apenas uma tendência e começando a tomar forma dentro das empresas, sendo aplicada em uma série de projetos.

Em pouco tempo, poderemos contar com mais usos para essa tecnologia e uma presença comum em nosso dia a dia, assim como nas atividades dentro de qualquer negócio.

Para demonstrar para você o conceito de Internet das Coisas e o seu papel na gestão das empresas, criamos este post, que também conta com alguns exemplos. Continue conosco e confira!

Internet das Coisas

Realizar reuniões à distância por meio da internet, utilizar a digital para destrancar portas e o uso de reconhecimento facial para acessar informações confidenciais são tecnologias que até pouco tempo pareciam existir apenas em filmes de Hollywood.

Contudo, graças à Internet das Coisas, essas inovações estão saindo da tela do cinema e indo parar em nossas casas e empresas. O termo IoT é bem simples e seu conceito está ligado ao fato de que vários, se não todos, os aparelhos estarem conectados à internet.

Essa conexão permite a troca de informações livremente entre todos os dispositivos, de forma a melhorar a experiência do usuário. Ou seja, são todos os aparelhos que nos rodeiam trabalhando de forma conjunta para o nosso conforto, ou dentro de uma empresa, para maximizar seus resultados.

Impacto sobre a TI

O primeiro vislumbre dessa tecnologia foi criado por Kevin Ashton em 1999. Ashton desenvolveu um modo de comunicação de dispositivos com a rede por meio de etiquetas RFID.

Hoje, a Internet das Coisas já evoluiu muito e o termo se expandiu, uma vez que quando foi criado, a comunicação tinha apenas uma via, enquanto que atualmente, os dispositivos são capazes de enviar e receber informações.

Com isso, as aplicações são infindáveis e poderemos ver a utilização de IoT nos mais diversos meios, sendo enorme seu impacto dentro das atividades de TI. Entre algumas das suas utilizações estarão:

  • medicina ─ monitoramento do estado clínico de pacientes por meio de implantes biotecnológicos;
  • agronegócio ─ sensores ligados ao solo monitoram dados importantes sobre plantio e colheita;
  • fábricas ─ as máquinas de produção informam os sistemas principais acerca de falhas ou perdas;
  • logística ─ caminhões inteligentes recolhem dados sobre fluxo e condições da estrada auxiliando na construção de rotas otimizadas.

Benefícios

A utilização de conceitos de IoT dentro da gestão das empresas poderá entregar uma série de vantagens. Entre elas, podemos citar como principais as seguintes:

Segurança

O que se espera em um futuro próximo é que as máquinas possam ser programadas para reconhecer ameaças e tomem as devidas providências de proteção da informação ao menor sinal de perigo de perda ou roubo de dados.

Inovação

As relações entre clientes e empresas estão sendo transformadas e hoje já não há espaço para negócios que se mantêm distantes de seus consumidores. A IoT busca a inovação, além de fornecer novas maneiras de relacionamento com o cliente, focando em sua mobilidade.

Performance

Um dos principais benefícios da utilização da Internet das Coisas dentro da gestão das empresas é a oportunidade de ter acesso a uma grande gama de informações repassadas por todos os dispositivos.

Esses dados são cruciais para um entendimento profundo de todos os processos, monitoramento de resultados e busca por melhorias, garantindo que o estabelecimento sempre mantenha um diferencial competitivo.

A Internet das Coisas veio para ficar e hoje é impossível imaginar um futuro no qual esse conceito não faça parte de nossas vidas e esteja presente nas empresas. Por conta disso, é preciso buscar a inovação e sua implantação desde agora para que seu estabelecimento esteja pronto para as mudanças que estão por vir.

Quer aumentar a produtividade e desempenho de sua empresa empregando TD e novas tecnologias? Então baixe agora mesmo nosso e-book, o guia completo da transformação digital!