O que é a Política de Segurança da Informação (PSI)?

Tempo de leitura: 4 minutos

Com o uso de recursos digitais, as empresas precisam lidar com uma crescente estrutura de TI. Um dos componentes mais relevantes disso é a segurança, que precisa ser mantida para evitar problemas. É nesse cenário em que entra a Política de Segurança da Informação, ou, PSI.

Documento imprescindível para orientar e hierarquizar o acesso aos dados, essa política garante a efetividade de ações na hora de proteger informações e mais. Portanto, saber elaborá-la é fundamental.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre esse tema, continue lendo e saiba tudo!

Afinal, o que é PSI?

A política de segurança da informação (PSI) é o conjunto de ações, técnicas e boas práticas relacionadas ao uso seguro de dados. Ou seja, trata-se de um documento ou manual que determina as ações mais importantes para garantir a segurança da informação.

Para entender melhor, pense no código de conduta interno de uma empresa. Ele estabelece como os funcionários devem agir, o que é proibido e que deve ser feito no caso de uma emergência, certo?

O PSI funciona da mesma maneira, só que trata da segurança da informação. Com a digitalização crescente nas empresas e com o ganho de importância da área de TI, ele é um fundamental para garantir efeitos adequados.

Por que ela é importante?

Apesar de parecer uma elaboração opcional, a política de segurança da informação deve ser encarada como sendo indispensável para o sucesso.

Acima de tudo, ela garante que os dados sejam protegidos, especialmente de concorrentes e outras pessoas não autorizadas. Portanto, é uma forma de manter elementos estratégicos longe de vazamentos.

Essa política ainda promove a homogeneização de atuação, de modo que todos saibam o que fazer e o que evitar.

Para completar, ela serve para administrar corretamente emergências. Com um plano de contingência, é possível saber como agir para prevenir danos maiores nos dados.

Como elaborar uma PSI?

Para criar esse documento, é necessário seguir algumas etapas lógicas. Elas darão estrutura para a política e garantirão que ela seja tão efetiva quanto o esperado.

Os principais passos são:

Faça um diagnóstico prévio

Tudo deve partir de um entendimento sobre quais são os ativos de informação do negócio. Sem saber quais dados devem ser protegidos, é impossível ter sucesso na missão.

Portanto, faça uma análise de quais são os dispositivos utilizados, o comportamento, as informações protegidas e os níveis de acesso que serão empregados. Ao reconhecer as principais necessidades, a política se tornará mais efetiva.

Use os três princípios básicos da segurança

A segurança da informação se baseia em três pilares: confiabilidade, integridade e disponibilidade.

O primeiro determina que os dados só podem ser acessados por pessoas autorizadas, enquanto o segundo dispõe que somente quem tiver a permissão pode modificar as informações.

O terceiro estabelece que as informações precisam estar sempre disponíveis para os autorizados, conforme o solicitado.

Ao seguir esses pontos, há maiores garantias sobre a efetividade de ações.

Aposte na criação colaborativa

Embora a PSI deva incluir níveis de acesso à informação, hierarquização de permissões e controles de acesso, é importante que ela não seja definida de forma isolada.

Como todos os colaboradores serão afetados, o ideal é que os vários setores participem dessa elaboração. Assim, é possível atender a certas necessidades e reconhecer padrões de atuação, além de aumentar as chances de tudo ser seguido.

Comunique o resultado

Quando ela estiver pronta, é fundamental que ocorra a comunicação da política. Todos devem estar cientes de quais práticas serão observadas e o que precisa ser evitado.

Se for necessário, realize alguns treinamentos e não se esqueça de prever sanções e algumas punições para o descumprimento dos pontos mais importantes.

Sabendo a importância da PSI e como planejá-la, a sua empresa terá todas as condições de maximizar a segurança da informação. Assim, ficará fácil garantir que o seu negócio esteja sempre protegido!

A Introduce é especialista em segurança da informação com experiência em mais de 600 projetos de PSI.
Conte com a gente e fale com um dos nossos consultores para entender como vamos ajudar a proteger suas informações e a continuidade do seu negócio.

Sucesso!