O que é BYOD e como posso gerenciá-lo em minha empresa?

Tempo de leitura: 3 minutos

As empresas precisam se renovar constantemente para que possam se manter competitivas e com alta capacidade de atender a demandas externas. E para atingir esse objetivo, várias estratégias podem ser utilizadas a fim de que a cadeia operacional se torne mais ágil e eficaz.

Uma delas é o uso do BYOD. Essa forma de trabalho tem criado ambientes corporativos mais flexíveis, inovadores e com melhor qualidade interna. Quer saber o que é BYOD? Então, confira o nosso post de hoje!

O que é BYOD

O termo BYOD sigla para Bring Your Own Device ou Traga o Seu Próprio Dispositivo, em tradução livre é utilizado para designar uma política operacional na qual empresas permitem que os seus funcionários utilizem os seus próprios equipamentos como forma de trabalho. Ela é implementada com uma série de objetivos, como a redução de custos operacionais ou a busca por melhorias da qualidade do ambiente interno.

O BYOD começou a ser implementado no início da década passada, na Intel, e, desde então, está ganhando o mundo.

Graças a popularização dos smartphones e tablets, o espaço entre o trabalho e a vida pessoal foi reduzido, permitindo que atividades corporativas sejam executadas em novos ambientes. E é por meio desse método que empresas encontram a melhor forma de atuar estrategicamente nesse cenário.

As vantagens e desafios do BYOD

O BYOD traz uma série de vantagens para a empresa que o implementa. Mas, ao mesmo tempo em que essa estratégia é capaz de gerar grandes vantagens competitivas para o negócio, ela também traz uma série de desafios para as rotinas de gestão e manutenção da infraestrutura de TI.

A principal está relacionada com a segurança digital. Sempre que novos equipamentos são inseridos no ambiente corporativo, maiores são os riscos e as vulnerabilidades que usuários ficarão expostos. Portanto, há a necessidade da empresa atentar-se para não perder o controle sobre a sua infraestrutura de TI.

Por outro lado, o BYOD permite uma grande redução de custos com a manutenção de hardware. A empresa não precisará mais trocar os seus computadores e, como os processos de troca de dispositivos pessoais são mais simples do que os corporativos, as chances da infraestrutura de TI ser renovada rapidamente são elevadas.

O clima interno também ficará melhor. Utilizando dispositivos próprios, os colaboradores conseguirão atuar de forma estratégica e em um ambiente digital que está melhor adaptado às suas necessidades.

Como implementar o BYOD na sua empresa?

Crie regras de segurança

Para implementar o BYOD com eficiência, a empresa deve estar preparada para enfrentar novos desafios e modificar algumas de suas políticas internas. O primeiro passo é criar regras de segurança que estejam adaptadas ao novo ambiente de trabalho. Gestores de TI precisam inserir novas regras de controle de acesso e, ao mesmo tempo, adotar soluções de monitoramento.

Eduque os colaboradores

É importante que todos os profissionais saibam como manter-se seguros no novo ambiente. Portanto, treine todos os times para que eles possam utilizar boas regras de segurança digital. Isso garante que todos trabalharão com boas práticas integradas ao seu dia a dia, como a atualização rápida de softwares e o uso de soluções de segurança digital.

Utilizar o BYOD pode representar um grande passo para qualquer empresa que pretende ter uma rotina mais ágil. Essa tendência tem a capacidade de modificar, profundamente, a cultura interna do negócio, reduzindo custos, flexibilizando processos e ampliando a produtividade interna. Assim, a companhia conseguirá responder com maior agilidade às mudanças do mercado e atender a um número maior de solicitações de clientes e parceiros comerciais.

Agora que você já sabe o que é BYOD, quer saber mais sobre tecnologia corporativa? Então, assine a nossa newsletter!