O poder do seguro cibernético contra o crime virtual

Tempo de leitura: 4 minutos

O poder do seguro cibernético contra o crime virtual

Seguro cibernético se você ainda não conhece entenda o porque você deve considera-lo em suas estratégias de segurança.

A tecnologia chegou com força nas empresas nos últimos anos e, certamente, veio para ficar. A quantidade de recursos e o aumento na lucratividade são consideráveis, tanto em grandes corporações quanto nas médias e pequenas empresas. De fato, a era digital foi o que proporcionou o crescimento do empreendedorismo. Mas junto com esses benefícios também veio o fortalecimento do crime virtual.

Quando praticamente toda casa possui acesso à internet, ao menos por celular, e boa parte das pessoas já possuem computadores poderosos, é normal que alguns usuários mal intencionados usem esses recursos de forma ilegal. A variedade de crimes virtuais é crescente, o que ameaça empresas de todos os portes. Nesse cenário, muitas buscam um seguro para o crime virtual.

O que é um seguro cibernético ?

Como o nome indica, ele é um seguro no sentido mais simples da palavra. É como o serviço adquirido ao comprar um carro ou contratar um plano de saúde, que serve para prevenir problemas no futuro. Caso a empresa seja vítima de algum ataque em seus sistemas, prejudicando seu funcionamento ou vazando informações de seus clientes, o seguro pode ser acionado para cobrir as despesas como:

Custos de Defesa
Custos de defesa (civil ou criminal) relacionados a uma reclamação.

Despesas de Investigação
Os honorários, custos e gastos razoáveis que a Segurada incorra para o assessoramento legal e a representação, relacionados a uma Investigação.

Sanções Administrativas
Penalidades que a Segurada seja obrigada a pagar, relacionadas a uma investigação.

Restituição de Imagem da Segurada e Pessoal
Gastos incorridos com o objetivo de mitigar os danos à reputação (pessoal e/ou corporativa), em consequência de uma situação coberta pela apólice.

Notificação & Monitoramento
Custos incorridos para a notificação de uma violação de dados aos usuários.

Dados Eletrônicos em Caso de Violação
Estão cobertos os custos para determinar se os dados eletrônicos podem ser ou não restaurados, restabelecidos ou recriados; e também os custos para restaurar, restabelecer ou recriar tais dados eletrônicos, quando possível.

Esse é um serviço tem ganhado bastante força. Com o aumento do número de hackers, ameaças virtuais e sistemas cada vez mais complexos, o perigo também é muito maior. E para uma média ou pequena empresa, a consequência pode ser a falência. Para isso serve o seguro: evitar uma perda total e restituir uma parte financeira da sua perda.

Quais são as principais ameaças de crime virtual?

A lista de infrações à lei que podem ser cometidas por uma única pessoa por trás um computador é consideravelmente grande. Maior do que muitos imaginam. Veja aqui alguns dos crimes para os quais você muito provavelmente vai precisar de um seguro:

Sequestro de dados

Um crime virtual bem comum. Trata-se de um invasor que toma para si os dados de uma pessoa ou empresa, seguido de um “pedido de resgate”. A empresa precisa pagar para obter os dados de volta, ou para evitar que eles sejam levados a público. Geralmente são dados sigilosos, como informações financeiras de clientes de alta renda.

Invasão de sistema

Ataques de hackers a canais de comunicação e servidores podem ter consequências severas para qualquer empresa. Se alguém de fora assumir o controle de sua base de dados, por exemplo, pode destruí-la, bloquear outros acessos, ou usá-la para cometer novos crimes. Isso tudo no nome da sua empresa.

Um seguro ou aumentar a segurança? Qual o poder do seguro cibernético contra o crime virtual?

Você pode estar se perguntando “por que investir em um seguro contra crime virtual em vez de aumentar a segurança?”. É uma dúvida válida, mas a verdade é que nunca será possível estar seguro contra tudo. Mesmo com uma equipe e soluções totalmente dedicada, alguém conseguirá quebrar sua segurança em algum momento.

Assim como a proteção de dados possui um plano A, B e C para evitar que as informações sejam roubadas, acionar o seguro se encaixaria no plano D. O prejuízo envolvido em uma invasão é muito grande para não ter algum meio de remediá-lo imediatamente.

Deixe suas duvidas e opiniões nos comentários.

A Introduce trabalha com estratégias de Segurança da Informação. Quer conhecer mais sobre Seguro Cibernético?

Envie uma mensagem para esdras@introduce.com.br