Afinal, quais são os papéis dos CTOs e CIOs na gestão de empresas?

Tempo de leitura: 3 minutos

CIO, CTO, CEO, CFO, CMO, COO… Na gestão de empresas, há diversos títulos para designar os C-levels, termo que se usa para denominar “chefe” ou diretor de uma área. Contudo, ainda que possa ser complicada a organização de cargos de diretoria, é necessário saber para que serve cada função. Além disso, entender como integrá-las é essencial para ganhar em eficiência e otimização de custos e processos dentro de uma empresa.

Quando falamos em TI, dois cargos são responsáveis por esse ganho estratégico: o CIO e o CTO. Veja o que fazem esses profissionais e compreenda a diferença entre eles:

O que faz um CIO

O Chief Information Officer, ou Diretor de Informação, é geralmente conhecido também como Diretor de TI, responsável por todos os dados e informações necessários para a operação da empresa.

O papel do CIO é ser uma ponte entre estratégia e execução, tendo preferencialmente alguma experiência nas duas pontas. Sua função é alinhar objetivos da diretoria com a sua capacidade de consumir e aplicar tecnologia no crescimento e na resolução de problemas de negócio.

É dele a responsabilidade de criar políticas de uso de informações, planejar a operação e criar rotinas de análise de performance para identificar problemas e oportunidades.

O que faz um CTO

O Chief Technology Officer, ou Diretor de Tecnologia, pode acumular as funções de um CIO, mas geralmente está abaixo dele, preocupando-se em aplicar as estratégias traçadas.

A responsabilidade de um CTO é coordenar toda a operação técnica e manutenção do TI. É ele que está focado em como criar e contratar tecnologia, como usar novas ferramentas para reduzir custos e aumentar a eficiência do sistema.

Portanto, é seu papel analisar soluções técnicas viáveis para a sua empresa, além da melhor forma e o melhor momento para introduzi-las na operação.

É ele também que assume os momentos de crise, como problemas de segurança e falhas técnicas, encontrando formas de evitar ou reduzir perdas e danos aos dados sensíveis.

Qual a importância dos dois cargos na gestão de empresas

Como comentado, é possível que um único profissional acumule os dois cargos, já que eles convergem para os mesmos resultados.

Mas conseguir montar uma equipe completa e complementar é essencial, tanto para a eficiência da operação quanto para, nesse caso, a organização interna dos dados da empresa.

O CIO estará responsável por criar e desenvolver políticas, operações e processos que tornem a gestão da empresa como um todo mais efetiva — uma preocupação cada vez mais vital para empresas em tempos de e-business e relacionamento por help desk.

Já o CTO, não precisando acumular questões de estratégia, pode focar seus esforços na segurança dos dados, na aplicação de tecnologias e, principalmente, na avaliação de riscos e custos para que a empresa tenha sempre uma operação enxuta e preparada para o crescimento.

Embora possuam algumas similaridades, ambos os cargos de CIO e CTO são importantes para a gestão de empresas no presente e a criação e aplicação de estratégias tecnológicas para o futuro.

Você está pronto para buscar profissionais qualificados que assimilem essas funções com parte da sua diretoria na gestão de empresas? Então veja as 5 dicas incríveis para ser um CIO de sucesso nesse ebook. Até mais. 😉