Para que serve um firewall?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Para que serve um firewall?

Para que serve um firewall? “É melhor prevenir do que remediar.”. Este provérbio, parte importante da cultura popular brasileira, foi passado de geração para geração e traz consigo muita sabedoria. Ele pode ser aplicado em todas as áreas de nossas vida. Na TI não é diferente. Soluções de proteção para o parque tecnológico de sua empresa são essenciais para prevenir problemas futuros.

Neste post vamos entender um pouco mais sobre para que serve um firewall e conhecer a sua importância  no contexto das organizações.

O que é um firewall?

Um firewall é uma ferramenta de segurança essencial, capaz de filtrar o tráfego de dados (pacotes) que entram (recepção) e saem (transmissão) de sua rede corporativa.

Do inglês, a palavra firewall significa parede de fogo e denota proteção. Portanto, o firewall é uma ferramenta atualmente disponível em software e hardware, capaz de determinar quais dados podem entrar e quais dados podem sair de uma rede corporativa, garantindo sua proteção contra acessos indevidos. Para isso, o firewall tem regras de segurança bem definidas, configuradas pelo administrador da rede.

Se a sua empresa não possui equipe capaz de realizar a configuração de um firewall, uma saída é contar com uma boa consultoria em TI externa. Saiba mais em outro post.

Muito além do conceito

Quando mencionamos o assunto firewall, precisamos nos aprofundar para ir além do conceito. Por muitos anos, o firewall continua sendo a ferramenta de defesa principal no arsenal de proteção das redes corporativas. Entretanto, os softwares e hardwares de firewall evoluíram para acompanhar a necessidade de segurança das organizações.

Na atualidade, temos novas opções completas de segurança, como firewall UTM e firewall de próxima geração, que surgiram com a proposta de unificar ferramentas importantes de segurança em uma única ferramenta, com gerenciamento mais centralizado. Vamos conhecer?

Firewall de gerenciamento unificado de ameaças (UTM)

A unificação de ferramentas contra as mais diversas ameaças faz dos firewalls do tipo UTM uma excelente escolha. Com esse tipo de ferramenta, sua segurança pode contar com:

  • VPN.
  • IPS.
  • Antivírus.
  • Anti-spam.
  • Criptogafia de e-mail.
  • Filtro de navegação.
  • Firewall para aplicativos Web.
  • Segurança Wi-Fi.

Firewall de próxima geração (NGFW)

Os antigos firewalls, apesar de altamente utilizados com seus recursos de filtragem de pacotes e inspeção stateful, estão dando lugar aos de próxima geração, conhecidos por irem além, possuindo os seguintes recursos:

  • Inspeção stateful, disponível nos recursos padrão de firewall.
  • Proteção contra invasões integrada à ferramenta.
  • Controle e reconhecimento de aplicações para bloquear aplicativos nocivos.
  • Atualizações para formação de feeds de informações.
  • Técnicas para lidar com ameaças evolutivas.

E as possibilidades não param por aí. Essas ferramentas têm evoluído gradativamente com novas funcionalidades.

Por onde começar?

Se você entendeu a importância da utilização de um firewall, comece procurando uma boa solução e uma empresa com experiência no assunto. O mercado está repleto de soluções, desde as tradicionais, como firewall de proxy ou com inspeção de estado até as modernas ferramentas como o UTM que citamos neste post.

Entender as necessidades do seu negócio quanto à segurança e às diversas opções que um firewall pode oferecer para controle de tráfego também é muito importante. Dessa forma, é possível resolver problemas específicos e garantir a organização de sua rede corporativa para que tudo funcione de acordo com regras precisas e seguras.

Entendeu as novidades do mundo dos firewalls? Saber para que serve um firewall trouxe benefícios? Não deixe de aplicar essas soluções ao seu negócio. Se estiver pensando em contratar uma equipe de TI para entender mais sobre essa e outras tecnologias, leia outro artigo do nosso blog!

Junte-se a 7.100 leitores inteligentes e receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis para ter sucesso na gestão de tecnologia ( é grátis! )