Firewall de aplicação Web

Tempo de leitura: 3 minutos

Automatizando procedimentos de segurança, o Firewall de Aplicação Web, ou WAF, aumenta a confiabilidade de um aplicativo e reduz a necessidade de rever o código para resolução de problemas relacionados à segurança.

Essa ferramenta filtra o acesso de um aplicativo ou serviço, monitorando e bloqueando potenciais ameaças. Para saber mais sobre essa ferramenta, acompanhe nosso post de hoje!

A importância de requisitos de segurança

Sabemos que os requisitos de segurança são fundamentais nas operações de uma organização. Além disso, a confidencialidade nos dados garante que os conhecimentos adquiridos pela empresa permaneçam intactos, sem falhas de segurança.

O uso do Firewall de aplicação Web

Um firewall de aplicação Web (WAF) é um dispositivo que monitora e filtra o tráfego HTTP da aplicação. Essa ferramenta busca promover maior segurança ao acesso no mundo virtual por parte de seus usuários.

A WAF inspeciona todos os HTML, HTTPS, SOAP e XML-RPC, pacote de dados, controlando o acesso das páginas da web e verificando se houve falha na segurança, evitando que o seu computador, por exemplo, fique corrompido.

Por meio da inspeção personalizada, é capaz de prevenir ataques como XSS, injeção de SQL, sequestro de sessão e estouros de buffer, proteção que firewalls de rede e sistemas de detecção de intrusão não são, muitas vezes, capazes de fornecer. A WAF também garante prevenção a novos ataques, alertando sobre padrões estranhos nos dados de tráfego.

O Firewall de aplicação pode ser baseado em rede ou implantado por meio de um proxy, colocado à frente de aplicativos da Web, como host. O WAF trabalha em tempo real, monitorando o tráfego antes que atinja a aplicação da Web, analisando todas as solicitações com uma base de regras para filtrar os padrões de tráfego.

As vantagens de usar o Firewall de aplicação

Hackers têm algumas maneiras de exportar dados e, se você não sabe que está comprometido, pode se mostrar ainda mais vulnerável. O vazamento de dados pode ser causado por algo tão insignificante como uma mensagem de erro detalhada até um utilizador de aplicação pública.

Se seu aplicativo está abrigando código-fonte, números de cartão de crédito, informações de saúde ou outros dados sensíveis, um simples vazamento pode se transformar em uma catástrofe.

Nesse exemplo, um WAF seria como uma máquina de raio-X, digitalizando tudo o que é gerado como uma resposta para os usuários do aplicativo. Se o WAF encontra algo irregular, ele sinalizará e impedirá que os dados saiam de sua rede.

A possibilidade de correção do sistema

Dependendo da natureza do seu negócio e recursos disponíveis, você pode escanear o sistema, seja uma vez por trimestre, ou então várias vezes por mês. Então, o que acontece quando você descobre uma vulnerabilidade no seu aplicativo da Web?

Algumas organizações contam com profissionais especializados para consertar ou lidar com o risco imediato. Outras, simplesmente, não podem fazer isso por uma série de razões, incluindo a falta de profissionais capacitados. Se a sua empresa está no último grupo, quer dizer que pode estar em risco.

Alguns Firewalls de aplicação têm a capacidade de importar os seus resultados de digitalização e automaticamente corrigir o seu pedido de proteção imediata. Esse patch temporário não é uma falha de segurança, mas pode ser o suficiente para mitigar o risco, até que você esteja preparado para enfrentá-lo com uma alternativa mais permanente e efetiva.

Agora que você já sabe mais sobre a importância do WAF, compartilhe este post nas suas redes sociais!

[thrive_leads id=’312′]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.