NRF Retail Big Show 2019: o maior evento de varejo do mundo completa 108 edições

Tempo de leitura: 5 minutos

Nos últimos tempos com a ascensão da nova economia digital, fez-se necessário pensar na inovação não apenas como uma forma de se destacar no mercado, mas como uma forma de sobrevivência das empresas. Independentemente do tamanho ou segmento do negócio, estar no meio digital e priorizar uma experiência inovadora para os clientes são requisitos básicos para quem quer se consolidar e se tornar um player de referência no mercado.

Pensando nisso, foi que durante os dias 13 a 15 de janeiro de 2019, milhares de pessoas se reuniram no Jacob K. Javits Convention Center em Nova Iorque para o NRF: Retail’s Big Show 2019, evento destinado principalmente – embora não exclusivamente – a varejistas e empresários para promover a inovação nas empresas, expor novos produtos e soluções corporativas e fazer conexões e parcerias.

O que é NRF: Retail’s Big Show 2019?

Esta sigla (NRF)  representa a National Retail Federation, que reúne associações internacionais, lojas de departamento, catálogos e lojistas independentes, tudo com foco no varejo.  Desde 1911 essa entidade realiza um grande evento que reúne varejistas e executivos de todo o mundo.

NRF: Retail’s Big Show recebe mais de 30 mil participantes, com 16 mil varejistas de mais de 90 países para centenas de palestras com empresários das maiores empresas do planeta, além de contar com mais de  700 exposições. Entre as empresas que já figuraram no evento estão: Starbucks, Nike, Walmart, Virgin, Ikea, IBM, Intel e Instagram. Entretanto, vale ressaltar que a ideia do evento é ser além de uma conferência, um espaço de encontro para uma comunidade global trocar ideia e insights sobre o setor varejista.

O NRF 2019 contou com mais de 200 personalidades que ministraram palestras e workshops dos mais variados temas, entre essas pessoas temos: Carissa Ganelli, diretora de digital do Subway; Chip Bergh, president e CEO da Levi’s; Heidi Zak, co-fundadora e Co-CEO da ThirdLove; Shelley Bransten, CVP da Microsoft; Eric Caballero, VP da Walt Disney e  Alexandre Tadeu da Costa, CEO da Cacau Show. O enfoque das palestras de 2019 foram as questões de tecnologia inovação, e os impactos sociais e comunitários do varejo, além é claro de temas como varejo físico, humano e digital.

Objetivos do evento

Além de proporcionar espaço e temas para a troca de insights, o evento também tinha a missão de ser o local onde o foco do varejo seria definido para 2019. Bem como de ser um momento para celebrar estrelas e visionários em ascensão e o impacto que causaram  por meio de premiações no NRF Foundation Gala, proporcionar oportunidades de novas parcerias de negócio, conectar líderes à personalidades disruptivas e à negócios inovadores como as startups.

Mas principalmente, o objetivo o evento é ser o local onde a inovação acontece, tanto pelo espaço escolhido, quanto pelos temas e é claro, por ocorrer em um dos maiores centros urbanos e varejistas do mundo: Nova York.

Principais soluções inovadoras abordadas

Entre os muitos temas tratados ao longo dos três dias de NRF: Retail’s Big Show 2019, algumas tecnologias e mindsets foram ressaltados como estratégias de inovação para o varejo. Pode-se destacar:

Cultura de inovação – erro e aprendizagem

Os executivos da Macy’s afirmaram que as experiências imersivas são importantíssimas, desde que possam agregar à jornada do consumidor nos âmbitos virtual e físico.  A cultura de erro e aprendizagem (Test and Learn) é fundamental na estruturação da experiência do consumidor e de um storytelling com alto poder de engajamento. Além, é claro, de ser essencial na construção de uma cultura de inovação.  

Blockchain

As tecnologias descentralizadas não se limitam ao mercado de criptomoedas e o NRF fez questão de deixar isso claro. Muitos expositores apresentaram soluções para gestão de dados do consumidor. A inclusão dessa tecnologia dentro do varejo representa uma grande disrupção, uma vez que é um setor essencialmente centralizador.  A expectativa é aliar esta tecnologia ao machine learning e à inteligência artificial para tornar as informações mais seguras, acessíveis a quem possui permissão e fornecer respostas e insights mais rápidos aos compradores e fornecedores.

RFID

A tecnologia RFID (identificação por radiofrequência) permite que os processos de produção, embalagem, logística, estoque e varejo sejam avaliados a cada nova ação na cadeia produtiva. Unindo IoT, Inteligência Artificial e Machine Learning será possível controlar toda a “jornada” de um produto até o momento de sua venda. Isso ajuda a melhorar tanto a experiência de compras quanto a cadeia produtiva em que as mercadorias se inserem.

As pessoas como a experiência

O varejo é um mercado que se baseia em interações humanas. Quando um cliente se liga à uma marca, na realidade ele se liga à muito mais do que isso. Ele se engaja com o propósito da marca, que é representado pelos colaboradores da empresa. Assim sendo, colaboradores imersos no propósito e que acreditam e entendem do produto que estão vendendo  são capazes de expandir sua atuação e aplicá-la com a mesma eficiência nos canais digitais, levando os clientes desse meio a compactuar com os valores da marca.

Confira alguns registros do evento

Fonte: National Retail Federation
Fonte: National Retail Federation
Fonte: National Retail Federation
Fonte: National Retail Federation
Fonte: National Retail Federation
Fonte: National Retail Federation
Fonte: National Retail Federation