Por dentro dos Centros de Serviços Compartilhados – TI #43

Tempo de leitura: 3 minutos

Há uma pressão para entregar mais com menos recursos nas organizações, principalmente no contexto dinâmico da era digital. Nesse sentido um Centro de Serviços Compartilhados (CSC) pode ajudar a alcançar o objetivo de tornar a redução de custos uma realidade.

Na 43ª Talk Introduce (29/10 às 19h) CEO Esdras Moreira e consultor Fernando Weege, ambos da Introduce, abordarão a temática “CSC: por dentro dos Centros de Serviços Compartilhados” em: o que é um CSC, como funciona, quais as vantagens de ter um, como implantar um CSC e mais.

Principais Insights

O CSC vem linkado com metodologias como ITIL ou COBIT, ele vem sendo puxado pelo Help Desk de TI. – Weege

Help Desk sempre foi orientado para trabalhar com tecnologia da informação, com suporte à usuários de tecnologia. Diferentemente o centro de serviços compartilhados atende a empresa como um todo, não somente é área de tecnologia. – Weege

O CSC é uma estrutura criada para atuar na prestação de serviços para a unidade de negócio da própria organização ou mesmo prestar serviços a outras empresas. – Weege

Normalmente, os setores que podem ser convertidos a CSC são os mais operacionais, tal como Financeiro, TI, Marketing, Compras, etc. – Weege

Os serviços entregues pelos CSC São sim padronizados e estruturados para atender demandas específicas daqueles clientes. – Weege

Quando eu padronizo e estruturo uma entrega, eu consigo entregar mais rápido e com menor custo. – Weege

Um squad é um grupo de pessoas com o mesmo sentimento de entrega, com as expertises bem alinhadas e em busca de um objetivo único. – Weege

O que queremos é que essas demandas descentralizadas cheguem em um ponto único de contato. – Weege

Quais são as pessoas que eu tenho que podem realmente fazer as entregas com qualidade? – Weege

Como é que eu vou personalizar um serviço se eu não consigo mensurar o que foi realizado, a entrega efetiva e se houve a satisfação daquele colaborador? – Weege

Independente se o serviço é interno ou se o serviço é prestado por empresa terceira, o DNA da tua empresa tem que estar ali, pois os clientes são seus. – Weege

Se aquele recurso que eu tenho distante ficar indisponível por alguma razão, eu perdi a atividade. Já quando eu falo em CSC, eu tenho um squad com os mesmos estilos, com a mesma expertise, falando a mesma língua. Então, se um te atende, o outro vai atender igual. – Weege

Missão dada é missão cumprida e quem dá o recurso, também dá os meios. – Weege

Benefícios de um CSC

  • Redução de custos;
  • Realocação de colaboradores entre os setores com os devidos skills sendo identificados e utilizados ao máximo;
  • Distribuição de custos igualitária;
  • Identificação da real utilização de cada serviço prestado;
  • CSC se torna o ponto de contato único com usuários e clientes;
  • Facilita a comunicação e o acesso aos serviços disponibilizados;
  • Possibilidade de personalização dos serviços;
  • Padronização de serviços;
  • Fluxos de processos e procedimentos operacionais padrão são institucionalizados;
  • Aumento da qualidade dos serviços prestados;
  • Suporte estratégico para tomadas de decisão mais rápidas e alinhadas ao core business da organização;
  • Base de conhecimentos organizacional atualizada e consolidada;

Implementando um CSC

  1. Mapeamento dos processos da empresa;
  2. Construção de um catálogo de serviços;
  3. Realização de uma operação piloto;

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.