O que preciso saber sobre podcasts?

Tempo de leitura: 5 minutos

Na década de 30, a principal e mais rápida maneira de se conseguir informações era através dos programas de rádio, que transmitiam em horários definidos programas de entretenimento, notícias, educação e muito mais. 

Com a evolução tecnológica, os aparelhos de rádio foram “digitalizados” e se transformaram em uma das funcionalidades de aparelhos como o MP3, MP4, celulares, tablets e até mesmo de alguns televisores. Além disso, os rádios como uma funcionalidade, principalmente com a internet se alastrando em todas as esferas possíveis da vida humana, também agregaram na vida das pessoas o conceito e a prática da mobilidade.

Agora todos os programas estão no bolso do consumidor para serem ouvidos quando, onde e como quiserem sob uma nova nomenclatura: podcast.

Continue a leitura e entenda mais sobre o fantástico universo dos podcasts.

O que é um podcast?

O termo podcast foi criado em 2004 por Adam Curry, ex-VJ da MTV que também criou o primeiro agregador de podcast utilizando a linguagem de programação applescript, própria do sistema operacional IOS da Apple, dessa forma, ao juntar os termos iPod (em virtude de ser um aparelho da Apple) e broadcast (em tradução livre do inglês, transmissão) criou a famosa nomenclatura “podcast”. O podcast, em 2004, também contou com a ajuda de Dave Winer que aprimorou o código de Curry ao inserir um elemento na especificação RSS 2.0, consolidando assim o formato do podcast. 

Os podcasts funcionam de maneira similar aos programas de rádio, com a diferenciação de que o conteúdo deles é sob demanda, ou seja, o consumidor pode ouvir o que quiser, quando quiser e na plataforma que quiser. A ideia do podcast é levar informação, diversão e conhecimento às pessoas no formato de áudio e com a vantagem da mobilidade que as tecnologias da era digital proporcionam.

O formato do podcast é muito interessante, pois permite que o ouvinte acompanhe os assuntos que têm interesse enquanto realiza outras atividades de sua rotina – que se torna cada vez mais corrida com a dinamicidade da era digital. O podcast pode ser utilizado por empresas, marcas e pessoas para compartilhamento de conteúdos em episódios – tal como no rádio – entregando conhecimentos, histórias, informações aos ouvintes e também, em casos específicos, promovendo serviços e  produtos das marcas – se tornando assim outra mídia para atrair e engajar clientes. 

Que tipos de podcast existem?

Os estilos de podcast podem ser divididos em quatro grandes grupos, de acordo com o tipo de conteúdo que produzem:

Podcast de entretenimento

O podcast de entretenimento é um dos mais comuns e populares e pode ser apresentado em forma de bate-papo/mesa redonda ou em forma de storytelling. O estilo bate-papo é mais espontâneo, no qual os participantes debatem sobre algum assunto de forma pouco ou nada roteirizada. Já o estilo storytelling é uma narrativa mais ensaiada, um podcast no qual o narrador segue o roteiro do começo ao fim e busca despertar emoções no ouvinte tal como se ele estivesse assistindo a um filme ou lendo um livro.

Podcast informativo

O podcast informativo tem o objetivo de divulgar fatos e informações, às vezes tem um formato parecido com os noticiários da televisão. É um conteúdo produzido com mais frequência do que outros tipos de podcast, justamente por causa do caráter dinâmico das informações na era digital. Esse tipo de podcast pode transmitir aos ouvintes informações sobre o mundo em geral, ou focar em temas mais específicos como economia, negócios, tecnologia, etc. 

Podcast de educação

O podcast de educação, tal como o próprio nome diz, tem o objetivo de ensinar os ouvintes sobre algum tema. São podcasts elaborados para serem bastante didáticos e por terem episódios organizados em ordens progressivas de evolução (iniciante, intermediário e avançado, por exemplo). É comum que esse tipo de podcast seja complementado com algum exercício para verificar o que o ouvinte de fato aprendeu com os episódios. 

Podcast funcional

O podcast funcional é aquele que possui uma finalidade clara e busca ajudar os ouvintes a alcançarem ou realizarem essa finalidade. Embora possam se parecer com os podcasts educacionais, os podcasts funcionais, normalmente, são voltados para lazer, bem estar ou saúde, tal como podcasts de culinária, exercícios físicos guiados, meditação, etc. 

Panorama dos podcasts no mundo 

O podcast não é uma mídia exatamente nova, mas tem alcançado um grande público, principalmente com as gerações Y e Z dominando a internet. Conheça alguns números relacionados ao universo dos podcasts:

  • Em 2013, a Apple divulgou que um bilhão de pessoas no mundo todo ouviam podcasts pelo aplicativo nativo do IOS (na época Itunes).
  • 75% dos ouvintes brasileiros utilizam o celular para ouvir podcasts.
  • 47% dos jovens brasileiros entre 16 e 24 anos são ouvintes de podcasts.
  • 40% dos usuários de internet do Brasil já escutaram podcasts.
  • 87,7% dos ouvintes de podcast o fazem por entretenimento.

Fontes: Factual 900 e Revista Piauí

Quais plataformas existem?

Existe uma infinidade de plataformas que servem para criar, editar e publicar podcasts, separamos algumas delas no infográfico abaixo:

O podcast tem provocado uma verdadeira revolução na forma como consumimos conteúdo em meio à dinamicidade e velocidade da era digital, sendo uma mídia que combina o melhor da tecnologia oferecendo conteúdo com mobilidade e com a possibilidade de ser consumido enquanto o ouvinte realiza outras tarefas de sua rotina.

A Introduce acredita que o conhecimento é poder na era digital, por isso, criamos o IntroduceCast, um podcast repleto de conteúdos sobre tecnologia, negócios e Transformação Digital para ouvir quando, onde e como quiser.

Acompanhe o IntroduceCast nas principais plataformas:

Anchor | Breaker | Pocket Casts | Radio Public | Spotify | Apple Podcasts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.